segunda-feira, dezembro 09, 2013

Cais














Belo horizonte belo
Ao alcance da vista
Não se pode ver

Entre aqui e o mar de montanhas
Ergue-se o que fizeram com a tua riqueza:
Recifes de concreto
Cardumes perdidos 
Ondas de solidão

Grande litoral erguido
Por desejos tão antigos e humanos
Onde fica o seu cais?

nov, 2013
(Belo Horizonte)