domingo, março 20, 2011

Infin(mi)to

A poesia não tem fim
Há um fim na poesia (?)
O infimito.


fev, 2011

Nenhum comentário: