domingo, novembro 08, 2009

Pequena História da Vida


Compreender leva tempo e a vida andou com pressa... Feito o vento, areias, ondas do mar. Eu me lembro de você, sempre confuso. Eu sabia que os homens à beira do abismo constroem a própria solidão repleta dos outros. No teu olhar havia apenas aquela mesma dúvida. Hoje eu sei que os teus olhos eram apenas as janelas da máscara confortável e cotidiana. Tanto tempo se passou até a a nossa compreensão. Mas voltar nunca será uma virtude dos nossos destinos. Nos perdemos no caminho para aquela praia onde a vida se escrevia antes das ondas.

novembro, 2009

Nenhum comentário: