domingo, abril 05, 2009

Ilusão Marítima


Suposto amor
Guarda bem o teu abrigo
Pois a tua concha vazia de amar
Nem serve de casa

Tudo com que preenche
O espaço do teu tempo
É nada mais que Ilusão

Quando ouve
O barulho do vento
Julga que é mar.

Abril/2009

Um comentário:

Elvio disse...

Ilusão de amor, casa vazia, barulho do vento, invocação das entidades, oferendas para encher a casa e trazer nova ilusão de amor.
O Mar é sempre poético