segunda-feira, janeiro 19, 2009

Michelangelo de Caravaggio


Até mesmo teu amigo distante...
Sim, meu querido Michele, até eu
Me julguei abandonado pela vida
Na tentativa de criar o impossível....

Seja então possível o vermelho
Que tu vistes sangrar
Sobre o tecido das tramas
No vermelho retinto do meu sangue.

Setembro, 1989

2 comentários:

liana keller disse...

muy fuerte,mi amigo

Ariane Rodrigues disse...

Eu sempre tenho tempo para o Caravaggio! E o poema eh muito pertinente a ele. Maravilhoso!