sexta-feira, janeiro 30, 2009

Fantasia



O dia hoje amanheceu sorrindo...”
As pessosa cantam.
Até as pedras sorriem.
Tenho vontade de andar virando cambalhotas,
Mas não consigo virar cambalhotas.
Então, eu penso.

Eu amo alguém
e, talvez, ele até me ame.
Quem sabe?
Desejo muito estar junto
Mas o encontro é (quase) impossível.
Então, eu sonho.

Ontem foi carnaval.
Mudei de roupa,
tranquei a fantasia no armário...
Abro a porta e nada mudou.
Enquanto penso, adormeço.

Junho, 1987

Nenhum comentário: