quinta-feira, outubro 23, 2008

Némesis


Ao homem não foi dada
A capacidade de voar.

Sem a confiança no fio invisível
Não há vôo.

Resta ao homem
A cegueira do visível.

Os homens invejam os pássaros
E o meu voar não tem chão.

Out, 2008

Um comentário:

FRIZERO disse...

Há formas possíveis para o homem romper os limites da terra, a escuridão da cegueira. O mais belo - e difícil - de todos é a poesia.

Amigo poeta, quanta beleza e profundidade nos teus versos.

Há poucos que acreditam hoje nas razões da poesia. Mas não perca a tua fé no vôo - deixe sempre esses pássaros "abismarem-se" em ti.

Um abraço fraternal,
Beto